Cromoterapia - Vermelho - O Sol Interior®
cromoterapia vermelho

Cromoterapia – Vermelho

Olá, hoje vamos voltar a falar de cromoterapia, como estamos no verão, mês de muito calor, então nada mais apropriado que o Vermelho!

 

Cor – Vermelho

O vermelho actua no sistema nervoso autónomo simpático, estimulando-o. É a cor da actividade física. É altamente excitante, energético e revigorante. É a cor da sensualidade. Representa o tempo presente. Estimula a combatividade.

Nas glândulas supra-renais, favorece a libertação de adrenalina, nas glândulas sexuais, as hormonas que conduzem à excitação. Eleva a pressão sanguínea, os movimentos respiratórios, os batimentos cardíacos. Estimula a produção de glóbulos vermelhos no sangue. Dilata os vasos, favorece a eliminação de edemas.

 

Utilização Terapêutica

– Anemia;
– Paralisia;
– Inflamação das articulações;
– Tensão arterial baixa;
– Depressão;
– Reumatismo.

 

Contra-indicações

– Pessoas idosas e frágeis;
– Recém-nascidos;
– Tensão arterial alta;
– Inflamações acompanhadas de febre;
– Pessoas violentas;
– Pessoas agitadas;
– Insónia.

 

Influência Psíquica

As pessoas que gostam do vermelho são as que lutam para obter sucesso. Promovem ou são capazes de promover as revoluções. Gostam de viver a vida de forma intensa, plena. São activas e laboriosas. Gostam de desporto, de competições. São produtivas e empreendedoras.

Simbolicamente, o vermelho corresponde à vitória nas conquistas, à masculinidade, ao temperamento ardente.

A pessoa que rejeita o vermelho demonstra que está esgotada, provavelmente num estado de super-estimulação, sofre de stress ou apresenta alguma insuficiência cardíaca. Mostra-se facilmente irritável, talvez como consequência do extremo cansaço físico, insuficiência cardíaca ou problemas quase insolúveis.

Visualizar um triângulo desta cor entre as sobrancelhas constitui exercício para estimular a clarividência.

 

Efeito da cor na decoração e na roupa

Deve-se ter cuidado na utilização de cortinas, almofadas, colchas, lençóis e enfeites de cor vermelha, por pessoas que estejam incluídas em algum item das contra-indicações desta cor. O mesmo se adverte em relação ao vestuário. Devemos evitar esta cor nos quartos, sendo mais aconselhada para salas de estar ou cozinhas.

Deve-se evitar o vermelho quando se for visitar algum doente que tenha sofrido um derrame cerebral ou que seja um paciente psiquiátrico agitado.

O vermelho nas roupas sempre será um factor de agitação e estímulo a tendências agressivas, próprias e alheias.

Deixar uma resposta

*

error: Conteúdo Protegido!